Logo do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de São Paulo
Logo do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo
Logo da Federação Internacional de Jornalistas
Logo da Central Única dos Trabalhadores
Logo da Federação Nacional de Jornalistas

Sindicatos dos Jornalistas repudiam demissões na Editora Globo

Sindicatos dos Jornalistas repudiam demissões na Editora Globo

Os sindicatos dos Jornalistas Profissionais do Distrito Federal (SJPDF) e de São Paulo (SJSP) e o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Município do Rio de Janeiro (SJPMRJ) repudiam as demissões ocorridas nesta terça-feira (15) na Editora Globo e se solidarizam com os/as colegas demitidos/das às vésperas do Natal. Recebemos informações de que até o momento foram cerca de 20 demissões. Isso em meio a uma pandemia na qual o trabalho dos/as jornalistas teve um papel fundamental para a população e garantiu a sustentação das empresas de comunicação, especialmente com o aumento de audiência na internet.

Mais uma vez, os/as trabalhadores/as pagam o preço por uma gestão empresarial que privilegia o resultado financeiro imediato em prejuízo ao jornalismo, mesmo após uma série de medidas do governo que garantiram compensações para os empresários em caso de reduções salariais e suspensão de contratos. Como já alertávamos no primeiro semestre, essas medidas não garantiriam empregos pois o compromisso do empresariado é com o próprio lucro.

Não existe ponte segura entre diretoria e redação. A narrativa sobre o heroísmo dos jornalistas, encampada pelo marketing das Organizações Globo, mostra-se mais uma vez falaciosa. Colocamos nossa assessoria jurídica à disposição dos/as colegas demitidos para que os direitos sejam garantidos e convocamos toda a categoria a repudiar essa arbitrariedade.

veja também

relacionadas

mais lidas

Skip to content