Logo do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de São Paulo
Logo do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo
Logo da Federação Internacional de Jornalistas
Logo da Central Única dos Trabalhadores
Logo da Federação Nacional de Jornalistas

Juca Kfouri: “Se sindicalize. Sejamos fortes. Enfrentemos os nossos adversários e os nossos inimigos”

“Vamos todos nos sindicalizar. Vamos fazer aquilo que o trabalhador que mora nos Estados Unidos faz, na França faz, na Espanha faz, em Portugal faz.” O chamado é do jornalista, escritor e entrevistador Juca Kfouri, destaque do jornalismo esportivo brasileiro, em depoimento gravado especialmente para a Campanha Permanente de Sindicalização do SJSP (Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo).

O depoimento é o primeiro de uma série que o SJSP produz para a nova campanha, que foi lançada em meados de março e já conquistou centenas de novos filiados e estudantes pré-sindicalizados. Com o mote Em legítima defesa, sindicalize-se!, a campanha acontece para garantir a unidade da categoria na luta coletiva e a autossustentação financeira do Sindicato diante de um cenário de crescimento da retirada de direitos trabalhistas e de ataques à organização sindical.

Dirigentes sindicais da capital, interior e litoral estão percorrendo as redações para dialogar com jornalistas sobre a importância da unidade e da resistência da categoria para continuar a construir um Sindicato cada vez mais forte, legitimado nas bases e no aumento do número de filiados. Os debates pautam ainda as campanhas salariais de Jornais e Revistas, a luta contra a reforma da Previdência e os ataques do governo federal às entidades sindicais.

A Campanha de Sindicalização é também uma resposta do SJSP ao aprofundamento da reforma trabalhista que exige, mais do que nunca, o fortalecimento da atuação do Sindicato para defender coletivamente os jornalistas contra as tentativas de intensificar os ataques aos direitos trabalhistas e às condições  de trabalho, com a precarização do emprego e da renda, já que a categoria é das mais atingidas pela “pejotização”, desrespeito à jornada diferenciada e demissões em massa.

Sindicalizado há anos e engajado nos debates da entidade, Kfouri relembra o protagonismo histórico do Sindicato na época da ditadura e fala da importância do papel da entidade na defesa do emprego e da liberdade de expressão, principalmente no atual cenário de crise na economia e na profissão. “Se sindicalize. Sejamos fortes, enfrentemos nossos adversários e os nossos inimigos”, finaliza.

Acompanhe todo o depoimento no vídeo abaixo, gravado e editado por Norian Segatto:

veja também

relacionadas

mais lidas

Skip to content