SJSP lamenta, se solidariza e age em prol de jornalista agredido durante cobertura de manifestação

Por Redação - Sindicato dos Jornalistas de São Paulo

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo, pela sua Diretoria Regional de Sorocaba, repudia a agressão de alguns apoiadores do movimento pelo “voto impresso” ao jornalista Reinaldo Galhardo, mais conhecido na cidade por seu apelido desde os tempos de radialista, “Macarrão”. A violência ocorreu durante manifestação convocada pelo Movimento Conservador de Sorocaba, realizada no domingo, dia 1, no estacionamento do Paço Municipal de Sorocaba, interior de São Paulo.

Reinaldo trabalha no portal de notícias SNewsSorocaba (https://snewssorocaba.com.br/), de sua propriedade, e acompanha acontecimentos da vida da cidade. No domingo, enquanto registrava a manifestação, filmando com seu celular, começou a ser xingado por parte dos participantes do ato e teve a gravação interrompida após início de agressões físicas. Um dos participantes deu um murro em sua mão, jogando seu celular no chão, que acabou quebrado.

A agressão sofrida pelo jornalista sorocabano é mais um grave ataque ao exercício jornalístico e à democracia que, infelizmente, vem se ampliando no Brasil, muito em consequência da narrativa perversa do presidente da República Jair Bolsonaro que insiste em atacar a imprensa e os profissionais da comunicação.

O ataque a Reinaldo foi gravado e é possível verificar a ausência de intervenção da Polícia Militar, que nada fez mesmo com o pedido do jornalista e a identificação dos agressores, assim como o discurso dúbio dos vereadores sorocabanos Dylan Dantas (PSC) e Vinícius Aith (PRTB), que comandavam o ato e reafirmaram o entendimento da massa de que o jornalista era um “infiltrado” e “contrário ao ato”. No áudio dá para escutar um dos vereadores falando no carro de som: “calma, patriotas! Calma! É isso o que eles querem.”

O SJSP condena publicamente a postura parcial dos policiais militares e a omissão dos vereadores que, segundo a vítima e os vídeos que registram a agressão, não tomaram qualquer providência no sentido de ajudar ou apaziguar os atos violentos.

Por fim, o SJSP informa que está prestando toda a assistência necessária ao jornalista Reinaldo Galhardo, que já fez boletim de ocorrência, e tomará as medidas necessárias para restabelecer a perda material do equipamento de trabalho e também as condições para o livre exercício profissional dos jornalistas.