Sindicato e FENAJ repudiam demissões na TV Fronteira, afiliada da Globo  

O Sindicato dos Jornalistas no Estado de São Paulo e a Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) repudiam publicamente as demissões ocorridas na TV Fronteira, afiliada da Globo em Presidente Prudente e na sucursal de Dracena. 
Em Presidente Prudente foram desligados três profissionais da categoria dos Radialistas – um editor de imagens, um operador de áudio e um câmera de estúdio. Em Dracena houve demissão de todos os integrantes da única equipe de reportagem externa atuante no telejornal local, formada pela repórter, um repórter cinematográfico e um produtor.
As demissões ocorreram de forma súbita na segunda-feira (18/04), logo após o término do plantão de Páscoa, sem aviso prévio, com proibição de acesso aos e-mails e retirada de equipamentos do escritório, levando a crer no fechamento da unidade. 
A Regional Bauru/Presidente Prudente, do Sindicato, contatou os profissionais demitidos e disponibilizou acompanhamento jurídico para garantir que todos os direitos sejam reivindicados, respeitados e pagos corretamente. 
O Sindicato também enviou oficio solicitando uma reunião de URGÊNCIA com o RH e o gerente de jornalismo da empresa para ter maiores esclarecimentos sobre essa insensibilidade do grupo em desligar profissionais competentes e experientes. 
O SJSP e a FENAJ também repudiam a maneira como as empresas de comunicação têm tratado funcionários, principalmente após a Reforma Trabalhista ocorrida no governo Temer. A desvalorização do exercício da profissão, precarização e ataques imperam em uma crise sem precedentes. 

São Paulo, 20 de abril de 2022
Federação Nacional dos Jornalistas - FENAJ 
Sindicado Dos Jornalistas No Estado De São Paulo - SJSP
Regional Bauru – SJSP