Sindicato divulga calendário de mobilizações na Campanha Salarial de RTV

Por Adriana Franco - Sindicato dos Jornalistas de SP

Jornalistas que trabalham nas emissoras de rádio e TV têm enfrentado muita intransigência do patronal na Campanha Salarial 2021-2022. A data-base do segmento foi 1º de dezembro de 2021 e, até o momento, “tudo” que as empresas oferecem é um reajuste de 5,5%, frente à inflação de 10,96% do período.

Além disso, as empresas não aceitam negociar a reinserção da cláusula da PLR na Convenção Coletiva.

Para enfrentar a intransigência patronal e mostrar união pelo reajuste digno que recomponha o poder de compra dos salários, o Sindicato dos Jornalistas de São Paulo (SJSP) preparou uma agenda de mobilização e convida você, jornalista, a se somar aos atos, manifestações e ações nas ruas e nas redes.

O Sindicato dos Jornalistas no Município do Rio de Janeiro se somará às mobilizações e deve promover atos e mobilizações, aumentando a pressão nas empresas, que seguem intransigentes também com os colegas que atuam no Rio.

Agenda de mobilização

Na próxima quinta-feira (28), a partir das 13h30, o Sindicato garante a folia e a manifestação junto ao Bloco da Reposição e o estandarte dos 10,96% de reajuste!  O “desfile” acontece na porta da TV Globo, em São Paulo, e vai exigir a reposição da inflação nos salários e demais cláusulas econômicas. Todas e todos estão convidados para matar a saudade do bloquinho de Carnaval e ainda lutar pelos nossos salários.

Em 1º de maio, domingo, o SJSP marca presença no ato das centrais em São Paulo, levando a faixa que destacará a reivindicação pelo reajuste nos salários na Praça Charles Miller (em frente ao estádio do Pacaembu) a partir das 10h.

E na terça-feira, dia 3 de maio, junto com o Sindicato dos Jornalistas do Município do RJ, o Sindicato realizará uma ação nas redes no Dia da Liberdade de Imprensa para lembrar que jornalistas salvam vidas, defendem a democracia, fazem a diferença e exigem respeito! Nesta data, convocamos a categoria a vestir uma roupa preta como símbolo de união para enfrentarmos a intransigência das empresas e lutarmos pela recomposição completa dos nossos salários!

Vem com a gente e apoie a luta dos e das jornalistas em emissoras de rádio e televisão por salários dignos!