Sindicato e Fenaj condenam violência contra colegas em Sorocaba

Por Redação - SJSP

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo (SJSP), por meio da Regional Sorocaba, e a Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) repudiam as agressões sofridas na terça-feira, dia 13 de setembro, por duas jornalistas de emissoras de televisão de Sorocaba durante cobertura da motociata com comício do candidato à reeleição à Presidência da República, Jair Bolsonaro.

Segundo relatos apurados por dirigentes da Regional, simpatizantes do presidente desferiram socos, empurrões e atiraram chinelo na direção das profissionais que apenas exerciam o direito constitucional ao trabalho.

Mais um episódio que se soma às inúmeras agressões sofridas por jornalistas, especialmente mulheres, impulsionadas pelo discurso de ódio promovido pelo atual presidente e desferidas por seus simpatizantes.

A Regional Sorocaba entrou em contato com as jornalistas, colocando o setor jurídico do SJSP à disposição.

O SJSP e a Fenaj reforçam o compromisso com a defesa intransigente do livre exercício do Jornalismo expressando toda a solidariedade às colegas e orientam que qualquer jornalista vítima de agressão deve entrar em contato com a entidade de sua representatividade, pois nenhuma violência contra os profissionais pode ser banalizada.