Regional do ABCD reabre para fortalecer luta dos jornalistas na região

 
Cerca de 80 pessoas participaram na noite da última segunda-feira (15) da solenidade de reabertura da Regional ABCD do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de...

abcd diretoria1

 

Cerca de 80 pessoas participaram na noite da última segunda-feira (15) da solenidade de reabertura da Regional ABCD do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo (SJSP), no auditório do Sindicato dos Bancários, em Santo André. O evento acontece exatamente na data da fundação do SJSP, que completou 76 anos de história em 15 de abril, e teve expressiva presença de representantes dos movimentos sindical e social da região.

A mesa da solenidade foi composta pelos presidentes do SJSP, José Augusto Camargo (Guto), da CUT/SP, Adi dos Santos Lima, pelo coordenador da Regional da CUT/ABC, Cladeonor Neves da Silva, e pelo diretor do Sindicato dos Bancários do ABC, Belmiro Moreira. Todos ressaltaram que a reabertura da regional irá fortalecer a luta dos jornalistas na região e reforçar as lutas da classe trabalhadora.

Guto lembrou que se trata de uma reabertura da Regional ABCD, pois ela já existiu anteriormente e, por vários motivos, sobretudo o das crises econômicas, acabou fechando as portas. “Reabrir esta Regional era uma antiga reivindicação dos jornalistas da região. Essa necessidade foi debatida com a categoria durante a campanha que elegeu a direção da entidade no ano passado e continuou por vários meses de reuniões locais. Agora o Sindicato consegue viabilizar esse anseio da categoria. O ABCD, além da importância econômica e política, tem também um grande contingente de jornalistas que atuam nos veículos de comunicação e nas assessorias de imprensa das prefeituras e das grandes empresas do Grande ABCD, mas que necessitavam de uma entidade local de representação”, disse.

Já o presidente da CUT/SP ressaltou a importância da presença do SJSP na região do ABCD, ampliando a participação de mais um sindicato ligado à Central exatamente no berço do sindicalismo cutista. “Há de se ressaltar também a importância do Sindicato dos Jornalistas nas principais lutas do país, começando pela mobilização contra a ditadura militar, passando pela defesa dos Direitos Humanos e, mais especialmente agora, na defesa da democratização dos meios de comunicação”.

Peter Suzano, que assumiu como coordenador da Regional ABCD, destacou a importância de a categoria se organizar na região. “É fundamental unir os jornalistas, com o objetivo de ampliar as conquistas e melhorar as condições de trabalho. É necessário valorizar o trabalho jornalístico. Os profissionais devem procurar a Regional para fortalecer as nossas lutas. A participação de todos é muito importante”, argumentou.

José Eduardo de Souza, diretor adjunto do Interior e Litoral, que atua em assuntos para a Grande São Paulo e que organizou as reuniões que viabilizaram a reabertura da Regional, disse que o evento resgata um pouco da história e dos anseios da categoria na região. “A diretoria regional do ABCD reune companheiros como a Vilma Amaro, que é uma militante antiga do movimento social e sindical, e a juventude de Carlos Eduardo Bazilevski Aragão, o Cadu, e que agora poderão compor forças e trocar experiências para o sucesso do SJSP na região”, analisou.

A diretoria da Regional ABCD, empossada no dia 15 de abril é composta pelos jornalistas Peter Suzano da Silva (Santo André), Carlos Eduardo Bazilevski Aragão (São Bernardo do Campo), Vilma Amaro (Ribeirão Pires) e Sandra Regina Pereira de Moraes (Santo André)

Para prestigiar a posse da nova diretoria de base e a reabertura da Regional ABCD, que funcionará em um espaço compartilhado com a subsede da CUT em Santo André (rua Senador Flaquer, 443, Centro), a direção do SJSP compareceu em peso na solenidade. Participaram André Freire (secretário geral), Cândida Vieira (Finanças), Lílian Parise (Comunicação e Cultura, direção da CUT/SP), Evany Sessa (Relações Sindicais e Sociais), Telé Cardim (Ação e Formação Sindical), Edvaldo Antonio de Almeida (Interior e Litoral), além dos diretores José Eduardo Souza e Fabiana Caramez (adjuntos de Interior e Litoral), Douglas Mansur (Corfep) e Vladimir Miranda (adjunto de Finanças).

Segundo levantamento realizado pelo SJSP, a região do Grande ABCD tem 832 jornalistas registrados em carteira de trabalho, sendo 155 sindicalizados. São 441 profissionais em São Bernardo do Campo (61 sindicalizados), 221 em Santo André (55 sindicalizados), 111 em São Caetano do Sul (26 sindicalizados), 48 em Diadema (4 sindicalizados), 7 em Mauá (5 sindicalizados), 3 em Ribeirão Pires e 1 em Rio Grande da Serra.

 

Foto: Douglas Mansur - Da esquerda para a direita: Vladimir Miranda, Evany Sessa, José Eduardo Souza, Telé Cardim, André Freire, Lílian Parise, Cândida Vieira, Fabiana Caramez e Edvaldo Antonio de Almeida (Ed). Ao fundo, a nova diretoria empossada, que tem como coordenador Peter Suzano.