Patrões desmarcam mesa de negociação; nova rodada deve acontecer na próxima semana

A reunião entre representantes do Sindicato dos Jornalistas e das empresas de rádio e televisão, que deveria ocorrer na última terça-feira (8 de março), foi adiada pelos patrões. Como justificativa, informaram que a proposta seria a mesma apresentada há algumas semanas e precisariam de mais tempo para avançar nas negociações. 

No momento, as empresas oferecem um reajuste de 5%, feito de maneira parcelada. 3% seriam concedidos na data de assinatura do acordo e o percentual restante seria adicionado ao salário após 90 dias. Ou seja, sem retroativos e sem o retorno da cláusula da PLR. 

O Sindicato dos Jornalistas respondeu às empresas reivindicando que uma nova reunião seja realizada o quanto antes, ainda na próxima semana. 

Neste cenário difícil, é essencial que todas a categoria participe das reuniões, das assembleias e das mobilizações. Somente unidos conseguiremos pressionar as empresas para conquistarmos a recomposição plena do salários (10,95% da inflação) e o retorno da PLR.