Jornalistas do Diário do Grande ABC estão em estado de greve

Após assembleia de urgência dos profissionais, empresa quitou o pagamento atrasado

Por Redação

A regional ABCD do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo (SJSP) protocolou, na manhã da última quarta-feira (31), um ofício dirigido à direção do jornal Diário do Grande ABC (DGABC) em que notifica a empresa sobre o estado de greve dos profissionais da redação.

O SJSP também reivindica o agendamento de uma reunião virtual com urgência para discutir a falta de transparência nas informações financeiras da empresa, bem como a ausência de um responsável direto pela comunicação com as trabalhadoras e trabalhadores para tratar sobre os constantes atrasos salariais.

A decisão de entrar em estado de greve foi tomada em assembleia geral extraordinária, realizada na tarde de sexta-feira (26) com a participação de cerca de 25 jornalistas do DGABC. Neste dia, os adiantamentos salariais, que deveriam ter sido pagos no dia 20, estavam atrasadados.

No início da semana seguinte, os pagamentos foram realizados. Ainda assim, o aviso foi protocolado como precaução frente à possibilidade de novos atrasos.  

Zé Eduardo, secretário do Interior e Litoral, disse que os jornalistas do DGABC “deram um exemplo de unidade e força neste momento que estamos vivendo” – de pandemia da Covid-19 e crises econômica e política.

“Consideramos uma grande vitória o pagamento do adiantamento dos salários que estava atrasados há mais de nove dias. Devemos continuar unidos porque a luta continua. O sindicato é a ferramenta da categoria para lutar contra os desmandos dos patrões, atrasos de salários, retirada de direitos”, disse.

E concluiu, “parabéns aos jornalistas do DGABC. Deram um exemplo de unidade na luta junto à sua entidade de classe".