Jornalistas de rádio e tv são chamados à participação no Vale do Paraíba

Política de recessão e retirada de direitos aumenta necessidade da categoria entrar em campo!

Por Redação SJSP - Secretaria do Interior fotos: Solange Santana e Edvaldo Almeida

 

O engajamento da categoria será fundamental ainda mais na campanha salarial que se inicia - recado dado nas redações de rádio e tv por dirigentes do sindicato no Vale do Paraíba na segunda e terça-feira (18 e 19). 
O diretor da Regional Vale, Edvaldo Almeida, com a secretária do Interior, Solange Santana, estiveram em vários locais de trabalho falando da necessidade da categoria participar das próximas assembleias da campanha. “A pauta foi entregue ao sindicato patronal dia 1º de outubro e aguardamos definição de data para a primeira mesa de negociação. Temos que nos preparar para uma ampla mobilização”, afirma a secretária do Interior. 
Durante as visitas, Edvaldo recomendou aos colegas que observem o cumprimento da convenção coletiva em vigor. “Qualquer infração, colegas devem entrar em contato nossa regional, o quanto antes, pelo fone (12) 99105-1843 ou pelo regionalvale@gmail.com”.

 

Violência

Não passou batido o aumento da violência contra os jornalistas com a presença de Bolsonaro em São Paulo no feriado da padroeira. Os diretores ressaltaram a importância das(os) jornalistas não banalizarem qualquer tipo de agressão e comunicarem ao Sindicato. “Receber ataques, seja físico, verbal ou ameaça não faz parte do trabalho jornalístico. Nossa função é informar a população sobre o que ocorre no País. Talvez isso explique porque o último relatório da Fenaj aponte o chefe de governo no topo da lista de agressores”, observa Solange Santana.

 

PLR 2020
A ronda nos locais de trabalho tratou também das negociações de acordo coletivo para pagamento da PLR referente ao ano de 2020. A intransigência dos patrões na campanha salarial passada resultou na retirada da cláusula da PLR da convenção coletiva. Com isso, o Sindicato, para garantir esse direito constitucional aos jornalistas, dirigiu-se às empresas solicitando, uma a uma, abertura de negociação. Mais uma razão para intensificar a participação da categoria na campanha que começa: a volta da cláusula da PLR na convenção.
As TVs Vanguarda e Aparecida ficaram de definir a data da primeira reunião nos próximos dias. A Band de São José dos Campos comprometeu-se a dar uma posição sobre início das tratativas.

 

O SJSP precisa de você! 

Para que o Sindicato dos Jornalistas de SP continue a desenvolver o seu trabalho em defesa dos interesses da categoria, é fundamental a participação de tod@s na construção e no fortalecimento da entidade. Sindicalize-se! A mensalidade é de 1% do salário (com teto de R$ 60 na capital e de R$ 38 no interior) ou de R$ 60 e R$ 38 fixos (capital e interior) para quem não tem vínculo empregatício. O processo de sindicalização é online. Veja aqui.