Fenaj e Conajira confirmam apoio ao estudo sobre Perfil Racial da Imprensa Brasileira

Por Redação - Fenaj

O estudo sobre o Perfil Racial da Imprensa Brasileira recebeu na última semana o apoio institucional da Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) e da sua Comissão Nacional dos Jornalistas pela Igualdade Racial (Conajira). Com isso, passa a reunir em torno da causa praticamente todas as instituições jornalísticas de relevo, já que conta também com o apoio e a confiança de ABI, Ajor, ANJ, Aner, Ecos do Meio, Jeduca, JP – Rede de Jornalistas pela Diversidade na Comunicação (também conhecida como Rede Jornalistas Pretos) e Projor, além da Universidade Zumbi dos Palmares.

Para Eduardo Ribeiro, diretor de J&Cia e do Portal dos Jornalistas e um dos idealizadores do projeto, que também conta com a parceria do Instituto Corda – Rede de Projetos e Pesquisas e do I’Max, esse é um dos mais importantes apoios recebidos pelo projeto: “A Fenaj é a entidade mater dos jornalistas brasileiros, em especial dos que atuam em redação; e a Conajira, seu braço que luta há anos, por meio das inúmeras Cojiras (as instâncias estaduais da Comissão), pela igualdade racial nas redações. Com elas, o estudo ganha uma dimensão ainda maior e uma aproximação estratégica com as redações de todo o País.

“Acreditamos que o estudo Perfil Racial da Imprensa Brasileira será uma importante ferramenta para o desenvolvimento de políticas afirmativas no campo do jornalismo que venham contribuir para a diversidade e inclusão no mercado de trabalho, e a qualificação da produção jornalística”, diz ofício enviado pela FENAJ/Conajira, assinado por sua coordenadora Valdice Gomes da Silva. O ofício também afirma que “a pesquisa irá contribuir para a luta sindical antirracista e combate à desigualdade social que tanto impacta na vida do(a)s trabalhadore(a)s”.

Apoio da Agência Bori

Outra organização que se associou ao projeto, apoiando-o institucionalmente, é a Agência Bori, cujo slogan já mostra a sua importância e pertinência com o projeto: “A Bori é um serviço único para a imprensa que conecta a ciência a jornalistas de todas as áreas de cobertura”. Fundada pelas jornalistas e pesquisadoras Sabine Righetti e Ana Paula Morales, a Bori é um hub para jornalistas de todo o País que buscam estudos inéditos e material de apoio para suas reportagens. Um de seus mecanismos de atuação é antecipar à imprensa estudos inéditos em formato de artigo científico, relatório de pesquisa, livro ou capítulo de livro; e também livros de divulgação científica de editoras universitárias parceiras. Daí o interesse em se associar ao estudo que J&Cia e Portal dos Jornalistas estão realizando. Integram a equipe da agência Natália Flores, gerente de conteúdo, e Isabela Schirato, que lidera a área de Relações institucionais.

Acesse o questionário da pesquisa AQUI