Em SP, Ato Virtual Unificado reúne centrais sindicais e frentes nesta sexta (30)

Atividade será transmitida pelo Facebook e marca a celebração do 1º de Maio de Resistência, Luta e Solidariedade no estado de SP

Por Redação CUT-SP

Nesta sexta-feira (30), às 17h, a CUT São Paulo junto com as centrais sindicais paulistas: CSP Conlutas, CTB, CUT, Intersindical Central da Classe Trabalhadora e Intersindical Instrumento de Luta e os movimentos sociais e populares que integram as Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo, realizam um grande Ato Virtual Unificado com transmissão nas páginas de Facebook das centrais, sindicatos e frentes.

A atividade integra as ações unificadas em todo o estado para celebrar o 1º de Maio de Resistência, Luta e Solidariedade. “Aqui no estado de São Paulo construímos uma importante unidade com as centrais e as frentes para que possamos intensificar as lutas da classe trabalhadora e da do nosso povo na defesa da vida, da vacina para todos e todas, do fortalecimento do SUS (Sistema Único de Saúde), do auxílio emergencial de 600 reais até o fim da pandemia, dos empregos, contra a Reforma Administrativa e as privatizações e pelo Fora Bolsonaro, conforme cravamos no texto do Manifesto que será apresentado no ato”, explica Douglas Izzo, presidente da CUT-SP.

Izzo destaca que além dessas bandeiras, as centrais e frentes também reforçam as lutas contra a volta das aulas presenciais, a fome e a carestia devido ao agravamento das crises sanitária e econômica. Diante do aumento do desemprego, ele também reforça a importância das ações de solidariedade entre os trabalhadores e a população se tornam cada vez mais necessárias.

“Por isso, nós da CUT e das centrais e frentes estamos orientando os sindicatos e organizações a realizarem ou participarem de campanhas de solidariedade para arrecadação de alimentos não perecíveis para que possam ser entregues à entidades locais que já realizam ações sociais para que possam entregar às famílias que mais precisam”, comenta.

A atividade virtual nesta sexta (30) terá início com um Ato Ecumênico, com fala de lideranças religiosas e contará com a participação de representantes das entidades organizadoras e convidadas.

Além deste ato unificado, as centrais sindicais e as frentes também organizam carreatas e faixaços na capital paulista e em outras cidades e regiões do estado de São Paulo na manhã de 1 º de Maio (sábado) para chamar a atenção da sociedade para a política genocida do governo federal diante da pandemia da Covid-19 que já causou a morte de quase 400 mil pessoas em todo o país.

As bandeiras da vacinação, defesa do SUS, dos empregos, do auxílio emergencial de R$ 600 reais, contra a reforma administrativa e as privatizações também estarão presentes nas carreatas e nos faixaços.

Ato Virtual Unificado - SP

O Sindicato dos Jornalistas transmitirá o ato pelo Facebook. Clique aqui para assistir.