Com nova proposta do patronal, Sindicato convoca assembleia da campanha salarial de jornais e revistas para quinta-feira (18) às 11h

A resistência dos jornalistas do segmento de jornais e revistas da capital fez as empresas apresentarem uma nova proposta, e a categoria está novamente chamada a decidir: 2,05% de reajuste para salários de até R$ 10 mil e acima disso, R$ 205, retroativo a janeiro de 2021; extensão do reajuste para cláusulas econômicas a partir de fevereiro; e manutenção de PLR, pago em duas parcelas (maio e setembro). A última proposta feita previa o reajuste só a partir de fevereiro e eliminava a PLR, de modo que houve agora um avanço relevante.

Na última quinta-feira (11), em assembleia representativa, com a presença de profissionais de grande parte das redações, a maioria da categoria havia aprovado o pleito de 2,05% de reajuste para os salários de até R$ 10 mil e reajuste de R$ 205 acima disso, mas retroativo a setembro de 2020; extensão do reajuste para as cláusulas econômicas e a manutenção da PLR.

Para debater a proposta das empresas e dar novos encaminhamentos à campanha salarial 2020-2021, o Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo (SJSP) convoca os jornalistas para uma nova assembleia virtual na próxima quinta-feira (18) às 11h.

O link da assembleia será enviado aos grupos das redações com o Sindicato no WhatsApp ou poderá ser solicitado pelo WhatsApp (11) 96028-7769.