Cineclube Vladimir Herzog, Elo Company e Cojira apresentam o filme “Medida Provisória” e promovem debate

Por Cineclube Vlaidimir Herzog

O Cineclube Vladimir Herzog em parceria com a distribuidora Elo Company e a Comissão de Jornalistas pela Igualdade Racial (Cojira) exibem, no próximo dia 3 de agosto, quarta-feira, às 19h, “Medida Provisória” (2020 - 1h34m). Primeiro longa de ficção de Lázaro Ramos, a história se passa num futuro distópico em que o governo brasileiro decreta medida que obriga os cidadãos negros a voltarem à África, como forma de reparar os tempos de escravidão.

Após a exibição, haverá debate com Rosana Rufino, advogada mestranda e pesquisadora em relações raciais;

Maria José Caldas, graduada em História pela Universidade Bandeirante de São Paulo, com foco em História e Cultura Afro-Brasileira;

Ana Mielke, mestre em Ciências da Comunicação pela USP, militante pelo direito à comunicação, membro do Intervozes e professora do curso Mídia, Política e Sociedade, na FESPSP;

Ester Rufino, advogada e ativista de Direitos Humanos do movimento social negro, há mas de 17 anos.

A mediação será de Flavio Carrança, jornalista com passagens por diversas redações e integrante da Comissão de Jornalistas pela Igualdade Racial (Cojira SP). 

Por conta da pandemia, a capacidade do auditório estará reduzida a 60 lugares e é obrigatório o uso de máscaras e a apresentação do comprovante de vacinação com o esquema vacinal completo.

Serviço
Medida Provisória (2020 - 1h34m)
Data: 3 de agosto, quarta-feira, às 19h.
Local: Rua Rêgo Freitas, 530, Sobreloja, República, São Paulo, SP
(Sindicato dos Jornalistas de São Paulo)
Exibição gratuita.