Assembleia no dia 30 discutirá balanço financeiro de 2020

Sindicato tem mantido equilíbrio de contas, com ênfase no aumento de receitas de mensalidades

Por Redação

O balanço financeiro de 2020 do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo (SJSP) será apresentado e debatido em assembleia virtual na próxima quarta-feira (30), às 11 horas. Além dessa prestação de contas, haverá discussão sobre a revisão orçamentária do exercício de 2021. 

A política financeira da entidade tem enfatizado, nos últimos anos, a necessidade de que as receitas de mensalidades sejam o centro de nossa sustentação. É a adesão voluntária de jornalistas ao Sindicato, com o pagamento em dia das mensalidades, que possibilitará a independência e a autonomia para as atividades sindicais que se fazem cada vez mais necessárias.

No ano passado, as mensalidades atingiram R$ 1,27 milhão, representando 38,2% do total arrecadado de R$ 3,32 milhões. O resultado foi praticamente o mesmo de 2019, quando chegou a R$ 1,278 milhão. Como tivemos uma situação excepcional, a partir de março, com a chegada da pandemia e situações de redução de salário ou de demissões, a manutenção do total de mensalidades no mesmo nível é avaliado como positivo.

O item de maior peso nas receitas foi o de contribuições de jornalistas que obtiveram ganhos de causa em ações movidas pelo Jurídico do SJSP, num total de R$ 1,353 milhão (40,7% do total). Essas contribuições bateram recorde no ano passado.

O terceiro item de arrecadação foi o relativo à Contribuição Assistencial, com R$ 373 mil (11,2%). Essa contribuição é cobrada dos jornalistas com vínculo empregatício e não sindicalizados, ou seja, colegas que também têm direito às conquistas obtidas pelo sindicato nas convenções coletivas, mesmo não fazendo parte dos quadros da entidade.

Saldo positivo

Até 2017, tinham grande peso no orçamento do SJSP o Imposto Sindical, cuja obrigatoriedade acabou naquele ano, e a Contribuição Assistencial. Juntos, representavam 49,8% das receitas de quatro anos atrás, com as mensalidades ficando em 29,1%.

Com o objetivo de aumentar gradativamente o peso das mensalidades, o Sindicato tem realizado campanhas de sindicalização, com boa resposta da categoria. Uma mudança importante foi a introdução da mensalidade proporcional de 1% do salário bruto, limitada a R$ 60 (capital) ou R$ 38 (interior e litoral) para quem tem vínculo empregatício. Essa modalidade, existente desde 2019, favorece a sindicalização de quem recebe salários menores, porque possibilita mensalidades mais baixas.

O resultado geral mostra um equilíbrio nas contas, com um saldo final positivo que se somou às receitas de 2021, quando a previsão de entradas de contribuições do Jurídico, por exemplo, é muito menor do que a do ano passado.

Nas despesas de 2020, que totalizaram R$ 2,94 milhões, o pagamento de salários e encargos sociais consumiu R$ 945 mil (32,1%). As atividades sindicais e de mobilização atingiram R$ 990 mil (33,6%) e as despesas administrativas, R$ 887 mil (30,1%).

Considerando-se apenas receitas e despesas do ano (sem pagamento de dívidas), o SJSP teve superávit de R$ 381 mil. Ao acrescentarmos a amortização de dívidas no valor de R$ 93 mil, relativas ao antigo plano de saúde do Sindicato, vigente no início da década de 2000, o saldo geral é de quase R$ 288 mil. O pagamento dessa dívida deverá se encerrar neste ano.

Como participar

Podem participar da assembleia sindicalizados/as em dia com a mensalidade. Para isso, deve ser enviada mensagem para (11) 96028-7769, até as 18 horas de terça-feira (29 de junho), com a informação sobre o número de celular ou o e-mail pelo qual pretende entrar no evento. O link será enviado no dia da assembleia.