A Tribuna, de Santos, quer fechar sucursais e Sindicato reage

Os jornalistas do jornal A Tribuna, da cidade de Santos, continuam mobilizados frente a ameaça da empresa de fechar as sucursais da Baixada e da possibilidade de demissão de...

Os jornalistas do jornal A Tribuna, da cidade de Santos, continuam mobilizados frente a ameaça da empresa de fechar as sucursais da Baixada e da possibilidade de demissão de cerca de oito companheiros de A Tribuna e Expresso Popular. Em recente reunião com o diretor-superintendente, Roberto Antonio da Costa, realizada no dia 18 de julho, foi comunicado à Diretoria Regional do Sindicato dos Jornalistas os estudos iniciados por A Tribuna, com a intenção de extinguir as sucursais nas cidades da Baixada Santista, à exceção de Cubatão.

A Tribuna já dispensou os contatos publicitários que atuavam nessas sucursais. Segundo a direção do jornal, o retorno publicitário não justificava a manutenção das estruturas locais.

A Diretoria Regional do Sindicato, inclusive, comunicou este fato às prefeituras das cidades atingidas mostrarmos o quanto essa atitude vai ser prejudicial para o município que deixaria de ter a cobertura dos assuntos locais e apontou a contradição do Grupo A Tribuna, que sempre pugnou pelo crescimento e desenvolvimento da região, promovendo, seminários e congressos com este objetivo e, às primeiras intempéries de mercado, extingue negócios e projetos locais.

Não se pode perder de vista que trata-se de uma região em franca expansão econômica, com mais de um milhão de habitantes e uma estruturada rede de fornecedores de produtos e serviços, potencial mercado para o jornal impresso.

Diante dessa situação a Regional declarou-se em assembleia permanente, as reuniões são realizadas sempre a partir das 18 horas, na sede da entidade, à Rua Martim Afonso, 101 – 6º andar.