Vitória em Marília: Jornalistas demitidos devem ser pagos em 30 dias

 
 
Após pressão do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo a direção da Central Marília Notícias (CMN) – detentora da Editora...

 

 internet3

Após pressão do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo a direção da Central Marília Notícias (CMN) – detentora da Editora Diário-Correio de Marília, Rádio Dirceu AM de Marília e Rádio Diário FM de Marília – se comprometeu a pagar os salários e benefícios dos funcionários afastados no final do ano passado, no prazo de 30 dias.

Em ofício enviado ao Sindicado, o diretor presidente da empresa, Edinaldo Perão, também reconheceu que a situação de atraso salarial já existia antes mesmo de assumir a direção do grupo. No documento ele informou que a irregularidade já está sendo solucionada e disse que 8 dos 13 trabalhadores dispensados já foram pagos na última terça-feira, dia 10 de janeiro. Os outros 5 profissionais terão os débitos trabalhistas efetivados nos próximos 30 dias.

O Sindicato continuará acompanhando o processo de regularização trabalhista da empresa e o cumprimento do acordo assumido com os jornalistas.