Trabalhadores se mobilizam diante da crise financeira que atinge a TVT

Por Redação do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de São Paulo

As trabalhadoras e os trabalhadores da Rede TVT – jornalistas e radialistas – realizaram uma assembleia no início da tarde desta quarta-feira (19) para discutir uma solicitação da empresa para pagar só em agosto uma parcela do reajuste salarial que deveria ser paga em julho junto com o abono, o que foi aceito de forma unânime.

Durante a reunião, que contou com dirigentes dos sindicatos dos jornalistas e dos radialistas, os funcionários da TVT também trataram de outros assuntos, como acúmulo de função, prática de assédio moral por parte dos diretores e a realização de um ato simbólico – previsto para acontecer na próxima segunda-feira (24) – em homenagem a todos colegas que foram demitidos nos últimos meses e em defesa dos empregos.

Com a reforma trabalhista – que atingiu duramente as entidades sindicais – os sindicatos mantenedores da TVT (Bancários de São Paulo e Metalúrgicos do ABC) têm enfrentado dificuldades para manter os custos da emissora, que é reconhecida por sua linha editorial popular e voltada para a classe trabalhadora. Isso tem refletido em constantes demissões, que vêm acontecendo sistematicamente desde o último mês de fevereiro.