SJSP lamenta falecimento da jornalista Patrícia Ferreira

Profissional atuava no Sindicato dos Psicólogos de São Paulo e integrava a Rede de Comunicadores da CUT SP

Por Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de São Paulo

Foto: Reprodução Facebook / Arte Cadu BazilevskiFoto: Reprodução Facebook / Arte Cadu BazilevskiO Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de São Paulo (SJSP) lamenta a morte precoce da jornalista Patrícia Ferreira, 42 anos, que aconteceu na noite desta quarta-feira (10), devido a complicações de uma cirurgia de retirada de vesícula.

Carioca, a jornalista atuava há seis anos no Sindicato dos Psicólogos (Sinpsi-SP), fazia parte da Rede de Comunicadores da CUT-SP e já havia trabalhado em outras entidades sindicais como a Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comércio e Serviços da CUT (Contracs/CUT). Patrícia também atuou em diversas empresas jornalísticas em São Paulo e no Rio de Janeiro.

O SJSP lamenta o ocorrido e se solidariza com familiares e amigos diante de tal perda, que é não só da companheira profissional, mas da pessoa humana, alegre, engajada e crítica.

O velório acontecerá na sexta-feira (12), no Cemitério São João Batista, na Rua Real Grandeza, no bairro de Botafogo, na cidade do Rio de Janeiro. O sepultamento será no mesmo local, às 10h.