SJSP e Radialistas se unem em ação judicial contra demissão coletiva da Band

Em decisão liminar, Band está impedida de demitir até a audiência

Por Adriana Franco - Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de São Paulo

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de São Paulo (SJSP) se uniu ao Sindicato dos Trabalhadores em Empresas da Radiodifusão e Televisão do Estado de São Paulo para mover ação judicial para suspender a demissão coletiva realizada pela Band e reintegrar os profissionais.

Cerca de 130 profissionais, entre jornalistas e radialistas, foram dispensados pela Band em 4 de janeiro. A empresa alega ajuste em suas operações, reestruturação e reorganização do quadro profissional para justificar as demissões.

Na ação, os sindicatos ainda requerem que a Band se abstenha de efetuar novas demissões em massa sem prévia negociação com o sindicato e reivindica que não se altere o regime de escala de folga aos finais de semana dos jornalistas do portal/site.

Em decisão liminar, o Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (TRT-2) reafirmou a necessidade de negociação prévia com o sindicato laboral em caso de demissão coletiva e impediu que a Rede Bandeirantes realize novas dispensas imotivadas até a data da audiência sob pena de multa de R$ 15.000 por trabalhador dispensado.

A audiência de instrução e conciliação acontecerá na próxima quarta-feira (17) às 15h no TRT-2.

SJSP convoca demitidos
O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de São Paulo (SJSP) convoca os trabalhadores demitidos para uma reunião na quarta-feira (17) às 13h30, no auditório do sindicato.

Serviço
Reunião com os trabalhadores demitidos
17/01 – 13h30
Sede do SJSP
Rua Regro Freitas, 530 – Auditório

Audiência no TRT-2
17/01 – 15h
Rua da Consolação, 1272

Escrito por Adriana Franco - Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de São Paulo