Sindicatos convocam demitidos da Abril para reunião preparatória à assembleia de credores

Reunião acontecerá na sede do SJSP dia 1º de agosto às 11h

Por Adriana Franco - Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo (SJSP) convoca, em conjunto com o Sindicato dos Administrativos e o Sindicato dos Gráficos, os trabalhadores e as trabalhadoras demitidos da Editora Abril para assembleia na próxima quinta-feira, dia 1º de agosto às 11h, para debater o quadro e tirar uma posição antes da assembleia de credores da empresa, que acontece na semana que vem. Marcada para 6 de agosto, a assembleia de credores da Abril acontece um anos após o início da demissão em massa da editora.

Após muita luta e resistência, os trabalhadores aprovaram, em maio, um Acordo Coletivo de Trabalho que estipula a data de 16 de fevereiro de 2020 como limite para o término do pagamento dos débitos de até R$ 350 mil de todos os demitidos, incluindo as quatro categorias atingidas pela demissão em massa da editora: jornalistas, gráficos, administrativos e distribuidores. Além disso, o Acordo prevê a possibilidade de pagamento a curto prazo de boa parte do valor devido condicionado a adesão de um termo de quitação.

Apesar do avanço na garantia de pagamento aos trabalhadores, o Sindicato dos Jornalistas segue em negociação com a Abril para chegar a um bom termo com relação aos freelancers. Cerca de 200 jornalistas, que não tinham vínculo empregatício com a empresa, seguem sem perspectivas concretas, já que na recuperação judicial eles foram equiparados às demais empresas. O SJSP reivindica a estes trabalhadores o mesmo tratamento dado aos demais jornalistas demitidos.

Serviço

Assembleia preparatória à assembleia de credores

1º de agosto às 11h

Sede do SJSP

Rua Rego Freitas, 530 – Sobreloja