Sindicato lamenta a morte do jornalista Fábio Sasaki

Profissional foi editor do Almanaque Abril e do Guia do Estudante

Por Redação - Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo

Fábio Sasaki fala na cerimônia de posse da atual diretoria, em setembro de 2018. Foto: Cadu Bazilevski/SJSPFábio Sasaki fala na cerimônia de posse da atual diretoria, em setembro de 2018. Foto: Cadu Bazilevski/SJSPO Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo (SJSP) lamenta a morte do jornalista Fábio Akio Sasaki, ocorrido na manhã desta quinta-feira (14/3). Durante anos, ele foi editor do Almanaque Abril (publicação encerrada em 2015) e do Guia do Estudante.

Admirado pelos colegas por sua grande gentileza e cordialidade no ambiente profissional, Fábio era reconhecido por sua competência no trabalho de coordenação e edição jornalística, com destaque para áreas nas quais tinha vasto conhecimento, como política internacional, educação e questões sociais.

Funcionário da editora Abril por cerca de dez anos, Fábio estava entre os mais de 800 trabalhadores e trabalhadoras demitidos em agosto do ano passado. Com a entrada da empresa em recuperação judicial, não houve pagamento das verbas rescisórias, questão em aberto até hoje.

O jornalista era sindicalizado desde 2010, e, na cerimônia de posse da atual diretoria, em 1º de setembro de 2018, fez uma saudação em nome do movimento dos demitidos da editora Abril. Teve o diagnóstico de uma doença grave há pouco mais de um mês e não resistiu à operação realizada ontem (13). 

A diretoria do Sindicato dos Jornalistas de São Paulo se solidariza com a família de Fábio Sasaki e se coloca à sua inteira disposição. O velório está marcado para o cemitério da Quarta Parada, a partir das 14h, e o enterro acontece às 16h desta quinta-feira.