Sindicato convoca demitidos da Abril para assembleia sobre readmitidos

Assembleia acontece nesta terça-feira (22) às 11h

Por Adriana Franco - Sindicato dos Jornalistas no Estado de São Paulo

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo (SJSP) convoca jornalistas demitidos pela Editora Abril desde 2017 para deliberar sobre o processo de reintegração movido pelo Ministério Público do Trabalho com participação do sindicato. A assembleia acontece nesta terça-feira, dia 22, às 11h na sede do sindicato.

 

Em agosto, a segunda instância do Tribunal Regional do Trabalho de São Pulo confirmou a reintegração dos 1.300 demitidos entre jornalistas, radialistas e administrativos. A decisão segue para terceira instância.

 

Para pôr fim à ação, a Abril propôs 1) divulgar peças contra o assédio moral nos locais de trabalho no valor de R$ 500 mil nos veículos impressos, sites e redes sociais dos títulos da editora; 2) assinar o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para se comprometer a avisar o sindicato com 30 dias de antecendência caso planeje demitir ao menos 5% de seus funcionários ou 10% de uma determinada categoria no prazo de um mês; 3) indenizar em um piso salarial da categoria cada funcionário demitido que não tenha aderido ao Termo de Aceleração de Pagamento que dá quitação geral da relação de trabalho.

O SJSP vai debater a proposta com a categoria que vai decidir se aceita ou não. 

A nova reunião de negociação com Sindicatos, MP e Abril será na próxima sexta-feira, dia 25. 

Serviço

Assembleia sobre reintegração dos demitidos da Abril

22 de outubro de 2019 às 11h

Sindicato dos Jornalistas, 

rua Rego Freitas, 530