Sindicalização: a melhor defesa contra a “reforma” trabalhista

Sindicalização fortalece defesa de direitos e traz centenas de outros benefícios ao sindicalizado e seus dependentes, como descontos em produtos e serviços. Sindicalize-se!

Por Redação - Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo

Com a ampla retirada de direitos promovida pela “reforma” trabalhista, que entrou em vigor em novembro passado, a sindicalização continua sendo a melhor arma de defesa da categoria. Mais do que nunca, o engajamento e a união dos profissionais é que fortalecem a atuação da categoria e do Sindicato dos Jornalistas para manter e conquistar mais direitos.  

Além de promover a luta organizada, a sindicalização é importante porque o Sindicato é que defende os interesses dos jornalistas nas mesas de negociação das Campanhas Salariais, contra as demissões e contra a precarização da profissão, como os atrasos de pagamento, pejotização e demissões em massa. 

O Sindicato também tem um trabalho reconhecido na área jurídica, comunicação ágil e direta com a categoria, diversos convênios, cursos e parcerias que trazem benefícios ao trabalhador, à trabalhadora e aos seus dependentes: atendimento jurídico especializado na área do jornalismo, planos de saúde e odontológico com valores diferenciados, descontos nos cursos de formação oferecidos pela entidade, e nos produtos e serviços de centenas de parceiros.

Os sindicalizados e seus dependentes têm descontos em universidades, escolas de idiomas, hotéis, pousadas e colônias de férias, clínicas, bares e restaurantes, teatros, cinemas, parques, seguros, editoras, livrarias e locadoras de automóveis, entre outros.

Para os jornalistas da capital a mensalidade dos sindicalizados é R$ 58 e, para jornalistas do interior e litoral, é de R$ 34. A diretoria do Sindicato aprovou em Assembleia Ordinária que a mensalidade não seria reajustada e os valores são os mesmos do ano passado.

Confira os convênios: Bares e RestaurantesEducaçãoEsporte e LazerSaúdeServiços e Turismo

Faça a sindicalização pela internet
1 – Preencha e envie a ficha de sindicalização resumida pela internet acessando http://bit.ly/sindicalizajornalista
2 – Depois de encaminhar o formulário, o jornalista será contatado pelo atendimento do Sindicato para completar o processo enviando cópia dos documentos necessários (entre os quais RG, CPF, Carteira de Trabalho, diploma, MTb e uma foto 3 x 4).

Jornalista sem diploma também pode se sindicalizar 

Quem tem MTb, mas não tem diploma de  jornalismo também pode se sindicalizar. Neste caso, é preciso comprovar o exercício da profissão, de forma remunerada e habitual, nos últimos 12 meses.

Benefícios aos estudantes e recém-formados

Estudantes ou recém-formados em jornalismo podem fazer a pré-sindicalização pagando mensalidade com valor diferenciado e aproveitando os mesmos descontos nos convênios de produtos e serviços, e também nos cursos realizados no Sindicato.

É só preencher e enviar a ficha de sindicalização disponível http://bit.ly/sindicalizaEstudante. Depois do envio, o Sindicato fará contato para completar a sindicalização. Neste caso, é necessário cópia do RG, CPF, Carteira Profissional, comprovante de pagamento ou declaração de matrícula na faculdade e duas fotos 3 x 4.

Concorra a prêmios pagando a anuidade ou a semestralidade do Sindicato

Até março, o sindicalizado que pagar a anuidade concorre ao sorteio de uma caixa de som JBL – Flip4 e ainda tem o desconto de uma mensalidade.

Quem pagar a semestralidade, concorre a uma caixa de som portátil JBL GO e também terá o desconto de 50% de uma mensalidade.

O sorteio ocorre no próximo dia 5 de março, durante reunião da diretoria executiva do Sindicato, e os vencedores serão anunciados no site e nas redes sociais.