Rádio e TV: Jornalistas aprovam proposta patronal e renovam Convenção Coletiva

Índice pelo qual os salários serão reajustados será conhecido em 6 de dezembro

Por Adriana Franco - Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo

Consultados em todo o estado de São Paulo por meio de plebiscito nas redações, 725 jornalistas participaram da votação sobre a Campanha Salarial da rádio e TV 2019-2020, encerrada às 18h desta quinta-feira (28), sendo que 94% aprovaram o fechamento da proposta patronal, aceitando o acordo com a renovação da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT), que repõe a inflação nos salários e nas demais cláusulas econômicas. O índice final pelo qual os salários serão reajustados será conhecido em 6 de dezembro. Nos últimos 11 meses, a inflação medida pelo INPC acumulou 2,82%.

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo (SJSP) informou o resultado ao sindicato patronal, garantindo que o reajuste já incida no 13º salário, a ser pago até 20 de dezembro, e nos salários de dezembro pago até o mês de janeiro. Haverá ainda o pagamento de uma PLR, com o teto reajustado pelo índice negociado, até março de 2020.

Com o plebiscito, os jornalistas renovam ainda as demais cláusulas da CCT, garantindo os direitos já conquistados pela categoria. Entre as cláusulas, está a constituição de uma comissão paritária para discutir novos pontos com vistas a aprimorar a Convenção ao final de 2020. A previsão é de que a Comissão passe a se reunir a partir de fevereiro de 2020.

Saiba mais sobre a Campanha Salarial de Rádio e TV.

* informações atualizadas em 29/11/19 às 14h54