Projeto prevê a criação do Museu Municipal de Artes Gráficas

 
A cidade de São Paulo pode ganhar o primeiro museu especializado em artes gráficas e quadrinhos do Brasil. O vereador Eliseu Gabriel (PSB) apresentou o Projeto de Lei...

artes grficas

 

A cidade de São Paulo pode ganhar o primeiro museu especializado em artes gráficas e quadrinhos do Brasil. O vereador Eliseu Gabriel (PSB) apresentou o Projeto de Lei 510/2010 que cria o Museu Municipal de Artes Gráficas.

O projeto de criação do museu conta com o apoio dos presidentes do Instituto do Memorial de Artes Gráficas do Brasil (IMAG), Gilberto Costa e da Associação dos Cartunistas do Brasil (ACB), José Alberto Lovetro (Jal). Ambos fizeram gestão junto ao vereador para viabilizar o projeto.

Na apresentação do projeto, o vereador argumenta que a arte gráfica não é utilizada apenas como meio de entretenimento, mas, tem sido utilizada na qualificação de professores na busca pelo despertar do aluno. “A iniciativa da criação do Museu de Artes Gráficas já conta com o apoio de inúmeros artistas, que deram gratuitamente seus trabalhos para o acervo inicial”, alega o parlamentar.

Pioneiro nas charges e quadrinhos

O Brasil é pioneiro na publicação de charges e quadrinhos, sendo que a primeira charge de que se tem notícia data de 1837 e é atribuída a Araujo Porto Alegre que já naquela época, satirizava a corrupção da corte. Em 1869, Angelo Agostini publicou “As aventuras de Nhô Quim” no semanário “Vida Fluminense”, e era a primeira novela gráfica do mundo, por conter capítulos semanais.

Apesar disso, o Brasil ainda não possua sequer um único museu de artes gráficas para guardar os inúmeros originais e divulgar o trabalho dos artistas de talento que esta terra já produziu e produz, tais como: Ziraldo, JCarlos, Péricles, Mauricio de Sousa, Angelí, Chico Caruso, Paulo Caruso, Fortuna, jaguar, Millôr, Henfil e outros.

Além dos Estados Unidos que possui 19 Museus de Artes Gráficas, inúmeros outros países valorizam as artes gráficas, tais como Alemanha (3), França (3), Itália (10), Japão (7), Austrália (1), Bélgica (6), China (2), Coréia (1), Portugal (3), Grécia (1), Holanda (4), Inglaterra (4). México (3), Chile (1) e vários outros países, inclusive nossos vizinhos Uruguai (1) e Argentina (3) já possuem seus museus de artes gráficas.

A China está construindo um museu gigantesco em homenagem aos quadrinhos. Investem pelo valor da arte, mas, com uma visão de que esse investimento se paga pelo valor agregado do aquecimento do turismo.


Foto: Gilberto Costa e Jal ao lado do vereador Eliseu Gabriel