Pesquisa 'Jornalismo contemporâneo e a jornalista'

Estudo analisa a questão de gênero na prática jornalística; pesquisa termina hoje (15)

Por Redação - Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo

O jornalismo contemporâneo e a jornalista: um estudo sobre a questão de gênero dentro da profissão no estado de São Paulo é o tema da pesquisa que está sendo conduzida pela mestranda Jéssica de Oliveira Collado Mateos, vinculada à Pós Graduação em Comunicação Social (PósCom) da Universidade Metodista de São Paulo, com a orientação do Prof. Dr. Dimas Kunsch.

Direcionada às mulheres jornalistas do estado de São Paulo, a investigação tem o objetivo de entender como a questão de gênero está presente na prática jornalística contemporânea e qual é a relação da tecnologia e das mudanças estruturais com as discriminações sofridas pelas profissionais dentro do ambiente jornalístico.

Para participação na pesquisa, que termina neste 15 de junho, é obrigatório exercer a profissão no Estado de São Paulo (ou ter trabalhado, no caso das aposentadas) e ter mais de 18 anos. Estagiárias também podem participar. Clique aqui para responder o questionário.

A participação na pesquisa é voluntária e anônima, e levará cerca de 15 a 20 minutos para ser concluída. O formulário será combinado com os de outras participantes e manuseado apenas pela pesquisadora e sua orientadora.

Ainda segundo a pesquisadora, todas as mulheres jornalistas podem participar, não só que as que nasceram do sexo feminino, mas também as que se identificam com o gênero. 

“Respostas honestas e completas são cruciais para tornar os resultados da pesquisa uma representação precisa das experiências das jornalistas. Vale destacar que o estudo é somente para fins acadêmicos e o resultado será divulgado na monografia. Seja parte desse estudo para que possamos lutar contra a discriminação na profissão”, explica Jéssica. 

As profissionais também podem compartilhar o link com outras jornalistas que possam estar interessadas em participar da pesquisa, completa a mestranda.