Participação dos jornalistas de São Paulo valoriza chapa única no processo eleitoral da Fenaj

Votação foi mais expressiva que no pleito anterior

Por Adriana Franco - Sindicato dos Jornalistas de São Paulo

Com 513 votos válidos, o Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo (SJSP) finalizou nesta quinta-feira (18) a apuração da eleição para a Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj). A votação foi mais expressiva que a da eleição passada, em 2016, na qual houve 472 votos.

Neste ano, a chapa única recebeu 467 votos em São Paulo. Houve ainda 44 votos brancos e 2 nulos.

Para o presidente do SJSP e candidato a vice-presidente da Fenaj, Paulo Zocchi, a eleição demonstrou que a categoria tem recebido bem as discussões encaminhadas pelo sindicato, o que já tinha sido sentido durante a campanha de sindicalização nas redações. “Discutimos com os jornalistas o desafio de sustentar, manter e reforçar uma entidade em um cenário de ataque aos direitos trabalhistas e sob o governo Bolsonaro, que ataca a democracia, o exercício profissional e a imprensa”, declarou Zocchi.

Após 20 anos de eleições com disputa, a eleição da federação se deu com uma única chapa inscrita ao pleito. “O conjunto das forças que atua nos estados brasileiros em defesa dos interesses dos jornalistas e as lideranças relevantes da categoria chegou à conclusão de que, neste momento, eventuais divergências têm que ser tratadas no âmbito interno da Fenaj, porque temos de unir todos os que defendem os direitos trabalhistas, a democracia e o exercício profissional e querem construir a federação”, disse Zocchi. A chapa é composta por representantes de sindicatos de jornalistas de vários estados. A Fenaj reúne os 31 sindicatos profissionais do país.

Entre os desafios a ser enfrentados pela Fenaj no atual cenário brasileiro está a reforma da Previdência em tramitação na Câmara dos Deputados. Outra questão é a da desregulamentação da profissão. Em agosto, a Fenaj realizará seu congresso nacional, para definir as próximas lutas nacionais e os problemas a serem enfrentados em prol dos direitos dos jornalistas em todo o país.

Resultado
A apuração da eleição ainda está sendo concluída nos demais estados e o resultado deve ser divulgado em breve.

Além da direção nacional da federação, estão sendo eleitos cinco membros da Comissão Nacional de Ética. No estado de São Paulo, Kardé Mourão contou com 407 votos, Osnaldo Moraes com 402, Claudia de Abreu teve 401, Pinheiro Sales foi votado por 385 jornalistas e Salomão de Castro por 384. Houve ainda 45 votos em branco e 7 nulos.