Empresas de jornais e revistas da capital propõem reajuste ZERO e fim da multa da PLR

Assembleia de jornalistas acontece nesta terça-feira (22)

Por Redação - Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo

Na rodada de negociação entre o Sindicato de Jornalistas SP e o sindicato das empresas de jornais e revistas da capital, nesta segunda (21), os patrões se negaram a conceder qualquer reajuste em salários, pisos salariais, vale-refeição e auxílio-creche.

Também afirmaram que não querem renovar a cláusula da Convenção Coletiva de Trabalho que impõe multa às empresas que não mantiverem um programa de participação nos lucros. 

Sobre home office, afirmaram ainda não ter uma resposta à reivindicação dos jornalistas (controle de ponto, ajuda de custo, etc.).

O Sindicato dos Jornalistas manifestou na mesa que a proposta é INACEITÁVEL, e chama a categoria ao debate amanhã, às 11h, em assembleia virtual. 

O link será enviado no grupos das redações, ou o requisite pelo número (11) 96028-7769.