Delegação paulista indica relator do 35º Congresso Nacional dos Jornalistas

 
 
O primeiro dia de atividades do 35º Congresso Nacional dos Jornalistas, em Rio Branco, Acre contou com duas oficinas e uma roda de conversa. Nele também houve a...

guto 351

 

 

O primeiro dia de atividades do 35º Congresso Nacional dos Jornalistas, em Rio Branco, Acre contou com duas oficinas e uma roda de conversa. Nele também houve a intervenção do presidente do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo (SJSP) e secretário geral da Fenaj, José Augusto Camargo (Guto) e a escolha da mesa diretora do Congresso, na qual foi eleito como relator, o dirigente do Conselho de Diretores do SJSP, José Eduardo Souza.

A Roda de Conversa teve a temática “O Jornalismo Ambiental na Academia e a Formação dos Profissionais” levantou temas como a transversalidade desse segmento nas demais categorias de jornalismo e a atuação da universidade nessa proposta. Sob a mediação do diretor da Fenaj, Luiz Carlos Spada, a pauta foi debatida por Ilza Girardi, do Núcleo de Ecojornalistas da Universidade Federal do Rio Grande do Sul; Patrícia Kolling, professora da Universidade Federal de Mato Grosso; e Arthur Leite, assessor do Ministério Público do Estado do Acre.

As oficinas foram bem requisitadas entre os integrantes do congresso. “A Ética na Cobertura do Meio Ambiente”  foi ministrada por Suzana Tatagiba, presidente do Sindicato dos Jornalistas do Espírito Santo e da Comissão Nacional de Ética da Fenaj.

Alguns participantes acompanharam as explanações de Ricardo Carvalho, representante do Instituto Vladimir Herzog; e do jornalista Elson Martins sobre “Jornalismo Contra a Ditadura Militar”. Elson contou as histórias da realidade de índios, seringueiros e demais oprimidos que procuravam a redação do jornal Varadouro, um dos principais veículos de resistência contra os desmandos dos poderosos de meados das décadas de 70 e 80 no Acre

Mesa diretora da Plenária e Carta de Rio Branco

Para fechar os trabalhos do dia foi realizada a votação para eleição da mesa diretora da Plenária do 35º Congresso Nacional dos Jornalistas, a comissão de elaboração da Carta de Rio Branco, refletindo os debates realizados no evento e aprovação do Regimento Interno.

Foram eleitos para mesa diretora os seguintes nomes: Luiz Spada (GO), presidente; Bruno Cruz (RJ), vice-presidente; Valdice Gomes (AL), secretária geral; Aderbal Filho (SC), relator; e José Eduardo (SP), relator.  E para a comissão de elaboração da Carta de Rio Branco foram designados Maria José Braga (GO), Antonio Paulo (AM) e Lincoln Macário (DF).

 

Guto fala no Congresso e José Eduardo (na mesa, com camiseta da CUT) foi eleito relator - Foto: André Freire 

 

Com informações da Agência de Notícias do Governo do Estado do Acre