Cojira-SP realiza homenagem ao poeta Paulo Colina

Evento acontece dia 25 de outubro na Livraria Tapera Taperá

Por Cojira-SP

Paulo Colina – Planos de Vôo é o nome da homenagem a esse importante mas pouco conhecido poeta e contista da literatura negra paulistana, lembrando os 20 anos de sua morte. O evento acontece dia 25 de outubro (6ª feira), a partir das 19 horas, na Livraria Tapera Taperá, localizada no segundo andar da Galeria Metrópole, loja 129.  Colina (09/03/1950 – 08/10/1999), que também foi tradutor e compositor de música popular, foi batizado como Paulo Eduardo de Oliveira, tendo adotado o novo sobrenome em homenagem à cidade paulista onde nasceu.

Mediado pela escritora Neide Almeida, o evento, que integra o Projeto Literatura à Flor da Pele, incluirá depoimentos do escritor, jornalista e livreiro Oswaldo de Camargo, que junto com Paulo Colina participou da fundação do coletivo de literatura negra Quilombhoje; de Rosani Abou Adal, escritora, poeta e jornalista, editora do jornal Linguagem Viva; de Marciano Ventura, editor da Ciclo Contínuo Editorial; e de Mar Eu Souza, poeta, contadora de histórias e educadora.

Também estão previstas intervenções lítero-musicais com apresentação de poesias e composições de Paulo Colina, recolhidas e organizadas pelo músico e produtor cultural Wadico (Oswaldo de Camargo Filho), diretor fundador do grupo A Rede do Samba. Ainda no decorrer do evento, haverá o lançamento da zine “Paulo Colina”, publicada pelo selo MóriZines.

Pela Edições Populares, Paulo Colina publicou em 1980  Fogo Cruzado (Contos); pela Roswitha Kempf/Editores, lançou em 1984 Plano de Vôo (Poesia); junto com Masuo Yamaki, traduziu Tankas de Takuboku Ishikawa, publicado pela Roswitha Kempf em 1985. Em 1987 publicou, também pela  Roswitha Kempf/Editores, A noite não pede licença (Poesia) e em 1989 pela João Scortecci Editora, Todo o fogo da luta(Poesia) Organizou e participou de Axé – Antologia Contemporânea da Poesia Negra Brasileira, Global Editora, 1982, que recebeu Prêmio APCA de melhor livro de poesia do ano. 

A iniciativa do encontro é da Fio de Contas Produções (Neide Almeida), Livraria Malungo (Oswaldo de Camargo) e Sindicato dos Jornalistas de São Paulo/Cojira SP (Flavio Carrança). São também parceiros nessa iniciativa Menelick 2º ato, Ciclo Contínuo Editorial e Fundação Tide Setubal.

Para mais informações, clique aqui.