Cineclube Vladimir Herzog encerra o ano com exibição de “Bacurau”

Haverá debate após a exibição do longa premiado

Por Cineclube Vladimir Herzog

O Cineclube Vladimir Herzog encerra o ano com exibição especial de “Bacurau” na próxima terça-feira (10), às 19h. Um dos grandes destaques do cinema nacional em 2019, a obra dos pernambucanos Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles foi ganhadora do prêmio do Júri no Festival de Cinema de Cannes. Após a exibição, haverá debate com os presentes. A sessão é viabilizada pela Vitrine Filmes, distribuidora do longa.

“A arte, em tempos sombrios, é o que ajuda a salvar a humanidade das autocracias e dos idiotas”. Esse foi o começo do discurso do documentarista americano Michael Moore ao anunciar o Prêmio do Júri do Festival de Cannes para o longa brasileiro. Misto de drama, suspense e faroeste, com pitadas de ficção científica e aventura, o filme conta a história de um povoado localizado no sertão brasileiro. Pouco depois da morte de dona Carmelita, aos 94 anos, os moradores descobrem que a comunidade sumiu do mapa misteriosamente.

Para Kleber Mendonça Filho, “Bacurau” é fruto de um trabalho de anos, realizado com colaboradores próximos de sempre e outros novos. “Creio que esse filme é o resultado da nossa relação com os filmes e as pessoas que amamos e que nos formaram, com Pernambuco, com o Brasil e com o mundo”, contou. O elenco conta com nomes como Sonia Braga, o alemão Udo Kier, Karine Teles, além de dezenas de outros atores, como Barbara Colen, Silvero Pereira, Antonio Saboia, Thomas Aquino, Rubens Santos, Lia de Itamaracá, entre outros.

Além dos prêmios em Cannes e de melhor filme na principal mostra do Festival de Cinema de Munique, o longa já foi contemplado em diversos festivais pelo mundo. No 23º Festival de Cine de Lima, no Peru, foi considerado: Melhor Filme, Melhor Direção (para Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles) e Prêmio da Crítica Internacional. No Sitges – Festival Internacional de Cinema Fantástico da Catalunha, na Espanha, o longa venceu nas categorias Melhor Direção, Melhor Filme e Prêmio da Crítica. No Montreal Festival of New Cinema, no Canadá, o público elegeu “Bacurau” como melhor filme. O longa também foi exibido no Festival de Toronto (TIFF 2019) na prestigiosa Mostra Contemporary World Cinema, e foi escolhido para representar o Brasil nos prêmios Goya, o equivalente ao Oscar na Espanha, concorrendo a uma vaga na disputa pelo prêmio de m elhor fi lme ibero-americano.

Cineclube Vladimir Herzog

O Cineclube Vladimir Herzog é uma iniciativa do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de São Paulo (SJSP), do Sindicato dos Arquitetos no Estado de São Paulo (SASP) e tem o apoio de militantes cineclubistas do cineclube Baixo Augusta. A proposta é resgatar espaço importantíssimo na resistência à ditadura e na luta pela redemocratização do país. Naquele tempo, filmes como “O Homem que Virou Suco”, de João Batista de Andrade, chegaram a um imenso público a partir das sessões realizadas por este cineclube. As sessões são sempre nas últimas terças-feiras de cada mês, seguidas por debates com realizadores dos filmes e/ou convidados. Para mais informações, visite nosso blog e nossas páginas nas redes sociais.

Exibição de “Bacurau” + debate
Data: 10 de dezembro (terça-feira), às 19h.
Local: Rua Rêgo Freitas, 530, Sobreloja, República, São Paulo, SP (Sindicato dos Jornalistas de São Paulo)
Exibição gratuita