Cine Birita traz releitura de ‘Tempos Modernos’

Evento dia 6 traz filmes sobre o inusitado e o papel da arte na desconstrução de conceitos

O Cine Birita, mostra de curtas-metragens com sessões em diferentes bares, fará sua próxima edição no Café dos Bancários no dia 6 de fevereiro (quarta-feira). Em sua 8ª edição, o evento traz ao público filmes sobre o inusitado e o papel da arte na desconstrução de conceitos.

Dentre os curtas da programação está Quimera, direção de Karla Suarez, Lara Assis e Nalim Rodrigues. O filme-experimento faz uma releitura do clássico "Tempos Modernos" para mostrar o pesadelo que é viver, sonhar e acordar diante de uma realidade perturbadora: o agora.

“No contexto atual, é extremamente importante lançarmos uma reflexão sobre essa loucura que se tornou a presente fase do capitalismo em que vivemos”, conta o jornalista Danilo Motta, organizador do Cine Birita. “Os filmes desta edição foram escolhidos de modo a proporcionar uma programação que evidencie as ideias fora do lugar e como o curta-metragem se consolida como um espaço de formalismos e experimentações”, completa.

Além deste, também estão na programação os seguintes filmes:
Respeito, mas não aceito (dir. Guilherme Augusto, Lucas Lazarini, Luhdy Sardinha, Marília Dutra, Paola Favaro): Documentário experimental mostrando as narrativas LGBT na televisão.
Louça (dir. Pedro Caetano): Era para ser só mais um dia de faxina normal. Entretanto, coisas estranhas aconteceram...
Corpo que habito (dir. Gabriela Salem): Quantas amarras nos colocam quando não nos enquadramos nos padrões? Neste filme-ensaio vivenciamos a dor e a alegria da libertação de uma mulher e do seu corpo.
Passageiro (dir. Adriano Gomez): Na escuridão da noite, um assassino profissional executa seu trabalho com perfeição, sem saber o que lhe aguarda.
BUP (dir. Dandara de Morais): Um tributo ao silêncio. Olá, ansiedade! Bup é a ausência do silêncio. Uma tragicomédia em ritmo frenético sobre a presença da angústia, incômoda insegurança e constante inquietude. Que pena que saí do útero.
Quando o caminho do peixe é escolha (dir. Yudji Oliveira): Experimento em Super8, performance baseada no caos paulistano e lenda asiática.
Quimera (dir. Karla Suarez, Lara Assis e Nalim Rodrigues): Seria sonho, fantasia ou realidade inventada o que se vive nos pesadelos da vida real? Inspirado em "Tempos modernos", esse filme-experimento mostra o pesadelo que é viver, sonhar e acordar diante de uma realidade perturbadora, o agora.

O Café dos Bancários fica na Rua São Bento, 413, centro de São Paulo. A casa abre às 17h, e os filmes começarão a ser exibidos às 19h. Além dos cartões de débito e crédito, também são aceitos os vales-refeição Alelo, Ticket, Sodexo, VR, Policard e Valecard.