Notícias

Voltar

Campanha Salarial de Rádio e TV 2017-2018

Confira todas as informações da Campanha Salarial de Rádio e TV 2017-2018Confira todas as informações da Campanha Salarial de Rádio e TV 2017-2018A primeira rodada de negociação da Campanha Salarial de Rádio e TV 2017-2018 foi em 28 de novembro, mas desde setembro o Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo (SJSP) está mobilizado junto à categoria na luta por avanços.

Além da preservação das conquistas já garantidas na Convenção Coletiva e de proteção contra a retirada de direitos diante da reforma trabalhista, a expectativa para a campanha atual também é da recuperação das perdas salariais sofridas no ano anterior, quando o reajuste ficou abaixo da inflação.

A pauta de reivindicações foi construída coletivamente com a participação dos jornalistas e, para as cláusulas econômicas, a reivindicação é de reajuste dos salários e benefícios pela inflação medida pelo INPC desde a última data base (01/12/2016) e contempla, ainda, a inclusão de novas cláusulas sociais, entre as quais estão:
- proibição de terceirização e de contrato intermitente;
- proibição do trabalho de lactantes em local insalubre;
- proibição da implantação de jornada 12x36 por acordo individual;
- utilização de trabalhador temporário limitada a 90 dias;
- nos casos de teletrabalho (home office), a empresa fica responsável por todos os custos, diretos e indiretos, pela segurança e a saúde do profissional, além do respeito à jornada do jornalista;
- proibição da implementação de condições de trabalho menos benéficas que as previstas na Convenção Coletiva aos jornalistas considerados “hiper suficientes” pela reforma trabalhista (Lei 13.467), ou seja, com diploma de nível superior e que ganhem valor igual ou superior a duas vezes o teto dos benefícios da Previdência Social;
- nova redação às cláusulas de combate aos assédios moral e sexual para que as empresas tomem medidas mais efetivas contra o problema;
- adicional de penosidade, de 50% por hora trabalhada, aos repórteres cinematográficos e fotográficos que, no exercício da função, têm que se deslocar com equipamentos pesando mais de três quilos.

Foi definido um calendário de negociações até 16 de janeiro e, enquanto a próximo Convenção Coletiva não é fechada, as cláusulas atuais têm vigência garantida até 20 de janeiro. A segunda rodada foi no último dia 6/12 e a terceira em 12/12. A próxima negociação está agendada para 18 de dezembro. 

Confira a íntegra da pauta de reivindicações, entregue em 18 de outubro ao Sindicato das Empresas de Rádio e Televisão no Estado de São Paulo (Sertesp).

Para saber mais sobre as negociações, acesse as notícias abaixo e acompanhe as informações atualizadas no site, na fan page e no Twitter do Sindicato.
Empresas de Rádio e TV querem acabar com jornada legal dos jornalistas​
Rádio e TV: Sindicato defende manutenção da Convenção Coletiva
Rádio e TV: Campanha Salarial 2017-2018 tem segunda rodada de negociação
Começa a Campanha Salarial de Rádio e TV 2017-2018
Rádio e TV: Sindicato entrega pauta de reivindicações da Campanha Salarial 2017-2018
Sindicato inicia hoje (25) a Campanha Salarial de Rádio e TV 2017-2018