Associação dos Correspondentes Estrangeiros solidariza-se com Patrícia Campos Mello

Por Associação dos Correspondentes Estrangeiros

A Associação dos Correspondentes Estrangeiros (ACE) emitiu nota de repúdio, nesta quarta-feira (19), contra os ataques do presidente Jair Bolsonaro contra a repórter da Folha de S. Paulo, Patrícia Campos Mello.

Em nota, a entidade se solidariza-se com a jornalista e condena as insinuações de cunho sexual dirigidas contra Campos Mello. Segundo a organização, a fala de Bolsonaro se configura em um novo ataque da família Bolsonaro contra a repórter.

Leia a nota abaixo.

São Paulo, 19 de fevereiro de 2020

NOTA DE REPÚDIO
A Associação dos Correspondentes Estrangeiros (ACE) se solidariza com a jornalista brasileira Patrícia Campos Mello, da Folha de S. Paulo, e repudia os ataques proferidos à ela por parte do Presidente da República Jair Bolsonaro na última terça-feira (18), durante conversa com seus apoiadores no Palácio do Planalto.

A ACE condena as insinuações de cunho sexual dirigidas contra Campos Mello e que configuram um novo ataque da família Bolsonaro contra a repórter. 

A fala tenta tornar indigna e procura pôr em dúvida a credibilidade da jornalista, que há menos de uma semana, já havia sido vítima das mesmas ofensas proferidas pelo convocado Hans River do Rio Nascimento, durante uma audiência no Congresso Nacional. As acusações, machistas e misóginas, foram ratificadas pelo deputado Eduardo Bolsonaro em suas redes sociais. 

Patrícia Campos Mello é uma repórter respeitada dentro e fora do Brasil e vem sendo perseguida e hostilizada em função do seu trabalho. 

Os membros da ACE observam com preocupação o deterioro das condições para o exercício do jornalismo no Brasil e manifestam sempre sua solidariedade com os outros jornalistas que sejam alvo de ataques, algo incompatível com os princípios democráticos. 

A liberdade de imprensa é um dos patrimônios mais preciosos do Brasil, um valor que separa a democracia da barbárie, e que deve ser preservado a todo custo.

ASSOCIAÇÃO DOS CORRESPONDENTES ESTRANGEIROS DE SÃO PAULO

Leia o documento aqui.