13ª Mostra Mundo Árabe de Cinema é de 8 a 27/8

Edição pretende salientar o reconhecimento cultural entre Brasil, América Latina e Mundo Árabe

Por Redação - Instituto da Cultura Árabe

A 13ª Mostra Mundo Árabe de Cinema, realizada pelo Instituto da Cultura Árabe, Sesc e Centro Cultural Banco do Brasil, com Copatrocínio da Câmara de Comércio Árabe Brasileira, começará no dia 8 de agosto. De 8 a 27, serão apresentadas ao público produções que retratam a realidade política, social e cultural de países árabes, bem como filmes brasileiros e latino-americanos com temática relacionada à cultura e à imigração árabe. Um desses filmes será Paris la blanche (Paris a Branca), de Lidia Terki (assista aqui ao trailer). 

Esta edição pretende salientar o reconhecimento cultural entre Brasil, América Latina e Mundo Árabe, criando um enlace de cultura e histórias.

Com ingressos a preços populares, a Mostra apresentará filmes inéditos no Brasil ou que apresentam temática em destaque para o público brasileiro, com exibições no CineSESC e no Centro Cultural Banco do Brasil, além de contar com parceria com a Aliança Francesa para exibição de filmes e eventos.

Além da exibição de filmes, haverá a presença de diretores do mundo árabe, que irão dialogar com o público presente. A Mostra também contará com sessões seguidas de debates com diretores e uma edição especial do CinéClub.

Neste ano, o evento, consolidado no calendário cultural da cidade de São Paulo, reafirma sua importância na divulgação do cinema dos países árabes no Brasil, evidenciando realidades. Apesar das condições de divulgação e distribuição dos filmes árabes contemporâneos terem melhorado mundialmente nas últimas décadas, no Brasil ainda é pequena, sendo raras as oportunidades de contato com essa cinematografia.

Existe uma produção significativa nos 22 países de origem árabe, além de festivais importantes no Oriente Médio, como o Festival Internacional de Dubai, o Festival de Cinema de Doha, o Festiva de Marrakesh e o Ismaili Film Festival, que têm possibilitado um aumento na divulgação e distribuição de filmes e coproduções com países árabes, norte-americanos e europeus.

Além disso, o cinema produzido em muitos países árabes tem alto grau de sofisticação na dimensão estética, mas raramente é exibido em salas do Brasil, tanto no circuito comercial, que tem mais de 50% de sua programação ocupada por filmes produzidos nos Estados Unidos, sobrando pouco espaço para a cinematografia nacional e de outros países, como no circuito cultural, representado por Mostras e Festivais. A Mostra Mundo Árabe de cinema vem cumprindo, ao longo dos anos, o papel de difusor deste cinema rico e diversificado.

> Acesse o site da 13ª Mostra Mundo Árabe de Cinema e confira a programação completa: https://www.mundoarabe2018.icarabe.org/

Na 13ª Mostra Mundo Árabe de Cinema serão contemplados os eixos temáticos e sessões permanentes:

- Sessão Mundo Árabe: realizada ao longo da existência da Mostra Mundo Árabe de Cinema, com o objetivo de alargar o horizonte cinematográfico do público brasileiro, por meio da exibição de filmes produzidos nos países árabes, que tiveram repercussão nos festivais internacionais nos últimos dois anos.

- Sessão Diálogos Árabes-Latinos: o objetivo é exibir filmes realizados na América Latina com temática relacionada à imigração árabe, aos países árabes e sua relação com o Brasil e outros países latinos, possibilitando a identificação de paralelos entre a cultura árabe e a formação da sociedade brasileira e latina. Será realizada em parceria com o Cine Fértil e com o Latin Arab International Film Festival (LAIFF - Buenos Aires). Essa sessão foi criada na 8ª edição da Mostra e, sua permanência é atribuída ao crescente número de produções latino-americanas de temática árabe.

- Sessão Cinema Palestino: essa sessão ganha espaço definitivo dentro da Mostra, devido à sua repercussão e reconhecimento em importantes festivais internacionais, como o Oscar e Cannes, que rotineiramente exibem e concedem premiações aos filmes produzidos na Palestina e que abordam a terra sob ocupação e um processo colonial há décadas, que fez seu povo construir a sua própria elaboração entre arte e política.

- Sessão Franco-Argelina e Franco-Árabe: com apoio da Aliança Francesa, contemplará a exibição de filmes com produção franco-árabe.

Contribuindo para a história do cinema árabe no Brasil

A Mostra Mundo Árabe de Cinema surgiu em 2005, logo após a criação do Instituto da Cultura Árabe, em 2004, como uma entidade laica e sem fins lucrativos.

O objetivo da Mostra Mundo Árabe de Cinema sempre foi (e continua sendo) o de apresentar ao público brasileiro a cinematografia dos países árabe e de temática árabe, contribuindo para desfazer os estereótipos e retratando a realidade dos países árabes.