banner-site-sindicalize-se

Ter, 16 de Maio de 2017 15:25    PDF Imprimir E-mail
Reforma trabalhista: Dieese aponta precarização e senador sugere 'exorcismo'

Parlamentar afirma que atualização é necessária, mas pede pelo menos três meses de debates, sem "rolo compressor" governista

argaiv1292


São Paulo – Em mais uma rodada de debates no Senado sobre o projeto de reforma da legislação trabalhista, realizada nesta quinta-feira (11), o diretor-técnico do Dieese, Clemente Ganz Lúcio, afirmou que o sistema de relações do trabalho precisa ser modernizado, mas a proposta do governo aponta para a precarização. Segundo ele, "40% da força de trabalho não tem proteção sindical, vive na informalidade e provavelmente não terá proteção previdenciária, mas se queremos favorecer negociação, fortalecer o entendimento, nós precisamos ter um sistema coerente com essa nossa intenção". E "o projeto não faz isso", acrescenta.

Ele vê o PLC 38, aprovado na Câmara como PL 6.787, uma tentativa de redução de custos estruturais do trabalho para superar a crise econômica – que pode ter efeito contrário. "Se queremos um sistema de mediação que permita que as relações de trabalho sustentem um sistema de crescimento econômico, assentado na agregação de valor, assentado no incremento da produtividade, assentado no fortalecimento do mercado interno com geração de emprego e de salário, o sistema tem que ser coerente com esses princípios. Esse projeto não está preocupado com nada disso."

Para o diretor técnico, a proposta do governo pode não retirar direitos imediatamente, mas criar uma situação que levará a isso. "O projeto não pode ser um atalho para permitir que as empresas tenham legalizadas as inúmeras formas de trabalho precário. O custo social para consertar essa reforma trabalhista, no futuro, pode ser muito alto", disse Clemente.

Já o senador Roberto Requião (PMDB-PR) pediu não apenas a rejeição do projeto. Para ele, a proposta deve ser "exorcizada". Ele chegou a questionar se os participantes da sessão entendiam de fato do tema ou se eram assessores da Fiesp, a federação das indústrias paulistas.

"Já falei sobre essa barbaridade e eu recomendo ao plenário o exorcismo, não apenas a rejeição. Foi urdida por Satanás essa proposta", disse Requião, que também se permitiu uma digressão histórica. Segundo o senador, o projeto foi imaginado por "senhores da Idade Média que tentam impor uma legislação da Idade Média aos trabalhadores".

O senador Jorge Viana (PT-AC) disse que a atualização das regras é necessária, mas isso precisa ser feito com um prazo mínimo de debate, sem "rolo compressor". Ele sugeriu pelo menos três meses. "O Brasil precisa trazer suas leis, os regramentos da relação de quem emprega e do empregador, para o século 21. Mas lamento afirmar que, com essa proposta do governo, apoiada pela Câmara, estamos levando para o começo do século 20, e não andando para a frente, mas andando para trás", afirmou.

Com informações da Agência Senado

Escrito por: Redação RBA (Rede Brasil Atual)

Imagem: Geraldo Magela/Agência Senado

 

Expediente

Portal Oficial do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo

 

Presidente

Paulo Zocchi

Secretária de Comunicação 

Lílian Parise

 

As matérias assinadas não representam necessariamente a opinião da diretoria.


Editora
: Flaviana Serafim


Contatos

Tel:(11) 3217-6299

Fax:(11) 3256-7191

e-mail: jornalista@sjsp.org.br

Facebook: http://www.facebook.com/SindicatoJornalistasSP

Twitter: http://twitter.com/JornalistasSP

Entidades parceiras

fenaj_186x44

cut_469x154

fij_140x140

Endereço

Rua Rego Freitas,530 - Sobreloja
Vila Buarque - SP - CEP: 01220-010
Fone: 11 3217 6299

Your are currently browsing this site with Internet Explorer 6 (IE6).

Your current web browser must be updated to version 7 of Internet Explorer (IE7) to take advantage of all of template's capabilities.

Why should I upgrade to Internet Explorer 7? Microsoft has redesigned Internet Explorer from the ground up, with better security, new capabilities, and a whole new interface. Many changes resulted from the feedback of millions of users who tested prerelease versions of the new browser. The most compelling reason to upgrade is the improved security. The Internet of today is not the Internet of five years ago. There are dangers that simply didn't exist back in 2001, when Internet Explorer 6 was released to the world. Internet Explorer 7 makes surfing the web fundamentally safer by offering greater protection against viruses, spyware, and other online risks.

Get free downloads for Internet Explorer 7, including recommended updates as they become available. To download Internet Explorer 7 in the language of your choice, please visit the Internet Explorer 7 worldwide page.

Mantido por Pandora pendik escort ankara travesti maltepe escort bostancı escort canlı bahis oyna http://www.bishkekescorts.com istanbul rus escort fuck google kurtkoy escort pendik escort maltepe escort izmit escort kartal escort tuzla escort kurtkoy escort
hacklink wordpress free themes meme büyültme hacklink satış e sigara hacklink al